ZEN SERIGRAFIA: trinta anos de permanência no processo permeográfico

Da esquerda pra direita: Profa. Mirella Migliari, Ariane Barradas, Andrea Aminger, Chico Mattos e Profa. Eliana Formiga

Andrea Franco Aminger é a mais nova mestre do Lembrar! A ex-mestranda do MPGEC/ESPM Rio apresentou sua dissertação sobre a gráfica carioca Zen Serigrafia no dia 12 de dezembro, para uma banca composta pelas professoras doutoras Mirella de Menezes Migliari (orientadora), Vera Lúcia Moreira dos Santos Nojima (PUC-Rio) e Eliana de Lemos Formiga (ESPM Rio). Os proprietários da gráfica, Ariane Barradas e Chico Mattos, também estiveram presentes.

Banca da dissertação: Profa. Eliana Formiga, Profa. Mirella Migliari, Andrea Aminger e Profa. Vera Lucia Nojima.

Veja abaixo o resumo da dissertação.

A presente dissertação tem, como objeto de estudo, o relato histórico da gráfica carioca Zen Serigrafia, especializada no processo permeográfico. Essa gráfica mantém-se, desde a sua fundação, em 1988, até os dias atuais, com o mesmo tipo de impressão, completando, ao final de 2018, trinta anos de existência, e utilizando este processo, especificamente e com excelência. Para a elaboração desse registro histórico, foram feitas entrevistas com os sócios proprietários e com alguns dos seus principais clientes designers gráficos. Apresentamos, também, como essa gráfica se relaciona com a Economia Criativa, pois entendemos que o Design é uma de suas áreas. Desde o seu começo, ela mantém um atendimento bem próximo a seus clientes, o que também está relacionado à sua tradição. Manteve-se assim por trinta anos, com o mesmo processo de impressão, enquanto que a maioria das gráficas que se iniciaram nesse processo encaminharam-se para o meio digital, mudando tanto a relação de atendimento, quanto a forma de impressão. Foi identificado também a relação dessa gráfica com o mercado de luxo. Apesar dos sócios proprietários não reconhecerem, ainda, esse caminho, o resultado das entrevistas com os clientes designers gráficos, confirma essa classificação,. Pensando na permanência dessa gráfica no futuro e desse processo de impressão, pretendeu-se promover aproximação da gráfica (e do seu processo de impressão) com os jovens designers, pois atualmente esses novos profissionais estão um pouco distantes dessa tradição. Verificamos, também, que isso pode ser devido ao fato de essa gráfica não desenvolver um bom material promocional de divulgação, principalmente nas mídias

sociais. Temos, como objetivo desse mestrado profissional, o desenvolvimento de uma exposição que traga ao conhecimento de um amplo público a história que essa gráfica teve, até então, com alguns designers gráficos. A proposta dessa exposição é que ela aconteça em centro cultural localizado dentro de uma universidade que tenha, em sua grade curricular, os cursos relacionados à área do design gráfico, criando, assim, a possibilidade de que os jovens designers conheçam e desenvolvam interesse por essa gráfica, já que são eles os principais responsáveis por e futuros coautores da continuidade dessa história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *